Como a consumerização pode beneficiar as organizações

Cada vez mais, as pessoas desejam usar seus dispositivos móveis no trabalho. Mais do que isso, cada vez mais as pessoas esperam encontrar, em seu trabalho, experiências digitais similares às que tem no seu dia a dia. Esse fenômeno recebe o nome de consumerização e vem ganhando enorme força nos últimos anos, sendo considerada uma transformação inevitável.

Mas será que essa tendência, além de representar uma mudança de comportamento dos colaboradores de uma organização, traz algum benefício para própria empresa? Ou seja, além de meramente satisfazer um desejo pessoal de cada colaborador, como essa tendência poderia impactar o negócio de uma empresa de forma positiva?
 
Em um primeiro momento isso não parece ser muito tangível – qual a grande diferença há entre um colaborador utilizar um sistema acessível em um computador da empresa ou a partir de seu próprio dispositivo móvel, em um App? Se pararmos para pensar, há um grande potencial de ganho, pois a utilização de um sistema com uma experiência similar (e boa) à que se tem pessoalmente aumenta o engajamento do colaborador. Além disso, se a experiência é similar, o tempo de treinamento é menor e a utilização da ferramenta é mais proveitosa. Finalmente, algo muitas vezes despercebido: a disseminação da tecnologia em praticamente todas as classes sociais rompeu uma barreira considerada intransponível há poucos anos: a possibilidade de colocar aplicações nas mãos de funcionários com menor grau de escolaridade, pois eles não saberiam utilizar os dispositivos avançados!
 
De forma mais clara: estamos entrando em uma nova era, onde a disseminação da tecnologia permite que a empresa atinja cada funcionário, independentemente de seu nível socioeconômico, com extrema facilidade, provendo para ele ferramentas poderosas, as quais ele não terá dificuldade para dominar!
 
Parece exagero? Peguemos então o exemplo de uma siderúrgica tradicional, que tinha o seguinte problema: caminhões trafegam no pátio de sucata e eventualmente sofrem avarias. Quando essas avarias são de responsabilidade da própria siderúrgica, os operadores do pátio de sucata tem que registrar o dano, tirar uma foto da avaria e descrever o que aconteceu. Esse registro de sinistro entrará em um fluxo de aprovação, para que o proprietário do caminhão possa ser reembolsado. Como se pode ver na figura a seguir, antes de adoção de uma nova solução, esse processo era lento, o operador tinha que tirar um foto em campo, ir para uma sala onde o computador com o sistema de registro de sinistros estava localizado, fazer o registro e um upload da foto:
 
1-01
 
Vejamos agora o caminho aberto pela consumerização: não seria mais fácil fazer um App para o operador, App este que ele poderia utilizar diretamente em seu celular? Nesse App ele poderia simplesmente já tirar a foto, registrar a avaria e pronto, tudo estaria resolvido! E foi exatamente isso que foi feito, como se pode ver na figura anterior. O App foi concebido com uma interface que trouxe uma ótima experiência de utilização a fim de que o usuário tivesse um rápido aprendizado e, mais do que isso, total fluidez durante o seu uso, por já estar bastante familiarizado com esse tipo de conhecimento.
 
Um conceito muito importante que está por trás de tudo isso é o Customer Experience, que deve permear tudo que uma organização produz, seja para seus colaboradores, seja para seus clientes. Ainda falaremos muito sobre esse conceito nos próximos posts!
 
 
How consumerization brings real benefits to organizations: a practical example on the steel industry

More and more people want to use their mobile devices on working. More than that, people expect to have, on the working environment, digital experiences similar to the ones they have on their daily lives. This phenomenon is named consumerization and is considered an inevitable transformation.

What is the relevance of this phenomenon from a business perspective? Besides representing a change on the behavior of a company’s employees, does this phenomenon bring some benefit to the organizations? How could this trend impact business in a positive way?

At first this does not seem very tangible – what is the differece between some employee using a system that is acessible on a company’s computer, from using this system in its own mobile device via an App? If we stop to think, there is a huge potential to be explored, because using on work an App with an experience that is similar and as good as the experience that we are accostumed to have in our personal apps increases our engagement and reduces learning time.

But the impact is much deeper! The dissemination of technology in pratically all social classes has broken a barrier considered unsormountable during many years: the possibility to easilly provide applications to employees with low level of education. Technology is completelly democratized on the daily lives and the consumerization is nothing more that bringing this democratization for the organizations.

Summarizing: we are entering in a new era where technology dissemination allow organizations to provide powerful and friendly tools to all their employees, independent on their socio-economical background.

If this seems far from our reality, let’s take a real example. A traditional steel plant has the following problem: trucks travel across the scrap yard and eventually suffer some damage. In some cases, the company is responsible for the damage and will have to pay for the repair. In these cases, the scrap yard operators have to register the incident, take a picture of the damage and describe what happened – and they used to do that on a system running on a computer placed on an office that was not very close the yard, as can be seen on the picture bellow:
 
1-01
Let’s see now the new possibilities brought by consumerization. Wouldn’t it be easier to provide an App to each operator so they could access the system directly on their mobile devices? They could do everything in this app: take the photo, register the incident and describe the damage – without the burden of having to move to the office, upload photos… This was exaclty what was implemented, as described in the picture above. And more than just providing the functionalities, the App was conceived to provide a experience as friendly as possible. This was unthinkable some years ago, both because of the costs of providing high-end modible devices to the operators as well the difficulty to train the operators. With consumerization this is history and the potential must be explored!

A very concept that is behind this case the the concept of Customer Experience. In the digital era, this concept must permeate everything an organization produces – both for its clients and its employees. We will talk a lot about this concept in other posts.

 
Por: Marcelo Szuster
Revisão: Dandara Chaves

Deixe um comentário